quinta-feira, 6 de março de 2014

Pacatuba



População: 72.299 habitantes (IBGE-2010)
Localização:  Região Metropolitana de Fortaleza
Limites: Fortaleza, Itaitinga, Guaiuba, Maranguape e Maracanaú

Em 1708 Gabriel da Silva Lago concedeu a Tomé da Silva, datas e sesmaria para que ele e outros povoassem a serrania de Pacatuba. Antes, em 1633, o capitão-mor  Bento Macedo Faria concedera à família Correia, vinda do Rio Grande do Norte, uma data de terra no lugar conhecido por Pacatuba, para nele assentarem moradia.
As terras férteis  da encosta da Serra da Aratanha atraíram novos moradores e logo possibilitaram a formação do povoado que, por ato de 18 de março de 1842, foi elevado a sede de distrito. 


O arruado já existente em 1855 apresentava condições favoráveis para a vida política e seu aspecto progressista permitia que se pensasse em autonomia administrativa. Em 1859 uma resolução provincial criou três feiras de gado na província do Siará, e incluiu a povoação de Pacatuba como sede de uma delas. 
A Vila foi criada pela lei provincial de 8 de outubro de 1869, desmembrado de Maranguape, com sede em Pacatuba. Sua instalação só ocorreu a 26 de abril de 1873. A Câmara então eleita teve como presidente o major Crisanto Pinheiro de Almeida e Melo, sendo nomeado primeiro secretário  Antônio Severino Serra de Oliveira. 

 antiga Estação da Pacatuba. Com a desativação do ramal, o imóvel foi ocupado por um cartório. 

Fato auspicioso para a vida local ocorreu em 9 de janeiro de 1876, quando foi inaugurada a Estação da Estrada de Ferro Baturité, destinada a unir a zona sul do Estado à capital Fortaleza.  Pela lei de 17 de agosto de 1889, a vila de Pacatuba foi elevada à categoria de cidade. Proclamada a República, nesse mesmo ano constituiu-se o Conselho de Intendência Municipal. 

 Igreja de n. S. do Carmo
 capela na entrada cidade

 
Igreja Matriz de N.S. da Conceição

A freguesia de N.S. da Conceição criada pela Assembleia Provincial por lei de 5 de novembro de 1869, foi canonicamente instituída por provisões de 31 de janeiro de 1870. O padre Bernardino de Oliveira memória construiu a atual igreja matriz, àquela época um nicho de taipa. O padre tomou a si a tarefa de construir um novo templo, iniciando as obras em 26 de agosto de 1874 e concluindo no período de menos de seis anos, em 1° de janeiro de 1880. 



 Praça Francisco das Chagas Albuquerque
 Praça da Paixão
 
Balneário Parque das Andréas 

Altitude: atinge 54 metros na sede do município
Acidentes geográficos: as  principais elevações são a Serra da Aratanha, com uma altura média de 600 metros, da Jubaia e do Pitaguari; os serrotes Cachoeira, Torres, Prata, Piroá, Gurguri, Bolo, Coelho e Jatobá.
Atualmente o município é constituído de 4 distritos: Pacatuba, Monguba, Pavuna, Senador Carlos Jereissati.
  
fontes:
Enciclopédia dos Municípios Brasileiros - IBGE - 1959
Anuário do Ceará  
fotos de Rodrigo Paiva e Raquel Vianna
março/2014

Um comentário:

  1. Fui somente uma vez a Pacatuba quando adulta, mas quando criança lembro-me que passava de Trem ! Meu avô ( não conheci ) nasceu em Pacatuba, Ele era da familia Albuquerque, pois minha avó falava! Dizia ela que ele todo fim de semana ia a cavalo trabalhar nos fins de semana como Dentista. Estou pensando em ir até Pacatuba reviver os passos de meu avó nesta cidade. Sei que ele era da familia Alves Albuquerque.

    ResponderExcluir